[Artigo] Você sabe qual é o melhor horário para se exercitar?

[Artigo] Você sabe qual é o melhor horário para se exercitar?

Tempo de leitura: 4 minutos

Olá..

Seja na academia, numa aula ou palestra, sempre alguém me pergunta: Qual é a melhor hora do dia para se exercitar? Manhã, tarde ou noite?

Quem me conhece sabe que sempre fui muito ativo desde criança. Joguei basquete profissionalmente por 9 anos e atuo como professor de educação física desde 1998. Experiência não me falta!

Quando eu era jogador, treinava muito, geralmente 6 dias por semana, em 2 períodos (manhã e noite). Confesso que no período da manhã sempre fui mais lento, o treino não rendia muito, demorava para me aquecer. Já no período da noite sempre tive rendimento melhor. Até hoje sou assim. Mas você deve me perguntar: todo mundo é assim? E a resposta é: NÃO!

Tudo depende de características individuais como “relógio biológico”, por exemplo. São regulações fisiológicas que se diferenciam de pessoa para pessoa. Você já reparou como algumas pessoas acordam bem cedo sem precisar de despertador? E outras dormem até tarde.

Essas pessoas que acordam cedo naturalmente, geralmente preferem fazer os exercícios no período da manhã, pois estão mais dispostas. A noite elas estão bem cansadas, sem energia e dificilmente dão continuidade a atividades físicas regulares. Por outro lado, tem os que dormem tarde, e ao contrário do outro grupo, tem mais disposição no período da tarde ou noite.

Mas será que existe alguma vantagem em determinado horário?

Sim. Sempre existe!

Algumas vantagens em se exercitar de manhã:

  • Melhor assiduidade. Quem se exercita de manhã dificilmente perde treino, pois geralmente é o primeiro compromisso do dia e as chances de aparecer um imprevisto são pequenas;
  • Ir para o trabalho com mais disposição e passar o dia todo bem. O dia “rende” mais.
  • No verão, a temperatura fica mais amena de manhã, mais agradável pra treinar;
  • Ter as noites livres para o descanso, lazer ou encontro com amigos e familiares;
  • Fazer atividade ao ar livre com menor risco de ser assaltado.

Algumas vantagens em se exercitar à noite:

  • Dá para dormir um pouco mais;
  • Poder relaxar depois do treino;
  • Fazer atividade ao ar livre sem se preocupar com o sol forte;
  • Não corre o risco de perder a hora por falha no despertador;
  • Poder fazer os exercícios sem pressa por não ter mais compromisso naquele dia;

Outra pergunta que sempre recebo é: Fazer exercício a noite atrapalha o sono?

E a resposta é: Depende!

O Laboratório de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), uma das maiores referências nesse assunto em nosso país, publicou um trabalhado envolvendo várias pesquisas sobre sono e exercício, mostrando que a prática de exercícios físicos exerce influência positiva em nosso sono.

Um dos motivos encontrados é que os exercícios ajudam a regular nosso ciclo circadiano, sincronizando o relógio biológico.

Além disso o gasto de energia durante o exercício ajuda no processo do sono. A explicação pode estar no fato de que o corpo cansado precisa ser reparado e também economizar energia, e essas atividades são realizadas durante o sono.

Uma pesquisa realizada na cidade de São Paulo sobre insônia e sonolência excessiva, comparou 2 grupos, um ativo e outro sedentário. Entre os ativos 27% reclamaram de insônia e 29% reclamaram de sonolência excessiva. Já no grupo de sedentários, 73% reclamaram de insônia e 71% reclamaram de sonolência excessiva. Esses dados reforçam a influência positiva do exercício no sono.

Por outro lado, exercícios muito intensos e de longa duração realizados à noite podem atrasar o sono em 1 a 2 horas, devido ao atraso na produção dos hormônios Melatonina e Tirotropina (TSH).

 

Conclusão:

Não existe um horário melhor ou pior para se exercitar. Depende de cada um. É você quem vai dizer qual é o “seu” melhor horário de acordo com suas necessidades biológicas e sua rotina de vida. O importante é manter-se ativo regularmente.

 

Fonte:

– Martins, PJF, Mello, MT, Tufik, S. Exercício e sono. Rev Bras Med Esporte. 2001; 7(1): 28-36.

 

Gostou do artigo? Então deixe um comentário e compartilhe com seus amigos.

Cadastre seu e-mail para receber nossas dicas semanais grátis!

Se quiser receber essas dicas no seu celular, por Whatsapp, clique aqui ou me envie uma mensagem dizendo “eu quero receber as dicas”. Meu número é (15) 99741-3773. É grátis!!!

Conheça a H.C.Saúde.

Um grande abraço,

Helio Marconi Gerth
H.C.Saúde

12 Comentários


  1. Parabéns Helio !!! Artigo muito bom e esclarecedor.

    Responder

    1. Ótimos artigos, de tempos de leituras curtos e fácil compreensão, Parabéns!

      Responder

  2. Gostei da informação, objetiva e de fácil interpretação.

    Responder

  3. Muito bom esclarecer que cada pessoa é única com ciclos circadianos diferentes e que estes devem ser respeitados porque o que faz bem pra um não necessariamente fará bem ao outro! A não adaptação em um horário faz a pessoa pensar que não nasceu pra isso pela indisposição e falta de energia desistindo em pouco tempo. Informação de utilidade pública!

    Responder

  4. Ótimo artigo Hélio. Como sempre. Prefiro o horário da manhã. Como vc já sabe.
    Com a falta da academia percebo diferença no sono.
    Mas logo voltaremos …

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *