[Vídeo] Por que monitorar a frequência cardíaca no treino de corrida?

Tempo de leitura: 3 minutos

Nesse vídeo eu falo da importância de monitorar a frequência cardíaca (FC) durante o treino de corrida.

Após assistir o vídeo, veja abaixo a fórmula mais utilizada para encontrar sua frequência cardíaca de treino e algumas dicas úteis.

 

Agora que você já sabe o motivo pelo qual deve monitorar a frequência cardíaca, veja abaixo como encontrar sua frequência cardíaca de treino.

A fórmula mais usada para determinar a frequência cardíaca máxima é 220 – idade.

De acordo com essa fórmula, a frequência cardíaca máxima de uma pessoa de 20 anos é 200 batimentos por minuto (bpm).

(220 – 20 = 200 bpm)

É importante encontrar a frequência cardíaca máxima (FC.max), pois ela será usada como parâmetro na prescrição dos treinos.

Ao prescrever um treino, deve-se estabelecer a zona alvo da frequência cardíaca, ou seja, a frequência cardíaca mínima e a máxima prevista para este treino.

Isso se faz necessário porque a frequência cardíaca não é estática, ela varia durante o treino, e, dessa forma, ao verificar que ela está próxima do mínimo previsto, aumenta-se a intensidade do exercício, e ao se aproximar do máximo previsto, diminui-se a intensidade.

Exemplos de zonas alvo por intensidade de treino:

Treinos leves: entre 50% e 70% da FC.max.

Treinos moderados: entre 60% e 80% da FC.max.

Treinos intensos: entre 80% em 100% da FC.max.

Ps.: Para saber mais sobre intensidade, veja o artigo “Volume x Intensidade”

 

Exemplo de frequência cardíaca de treino para uma pessoa de 20 anos:

FC.max = 220-idade

FC.max = 220-20

FC.max = 200 bpm

FC. 80% = 160 bpm

FC. 70% = 140 bpm

FC. 60% = 120 bpm

FC. 50% = 100 bpm

 

Exemplo de frequência cardíaca de treino para uma pessoa de 50 anos:

FC.max = 220-idade

FC.max = 220-50

FC.max = 170 bpm

FC. 80% = 136 bpm

FC. 70% = 119 bpm

FC. 60% = 102 bpm

FC. 50% = 85 bpm

 

Importante:

O cálculo acima refere-se a um valor estimado em média populacional. Sabe-se que todo treinamento físico, quanto mais personalizado melhor. Existem testes individuais para determinar a FC.max e a FC de treino.

Um teste muito comum, que é solicitado por médicos cardiologistas, é o teste ergométrico. Neste teste, seus batimentos cardíacos, sua pressão arterial e toda atividade elétrica do seu coração são monitorados durante uma sessão de exercícios em esteira. Esse teste é extremamente importante para praticantes de corrida, assim como para praticantes de outros tipos de treinamento de alta intensidade.

O teste mais eficiente para a prescrição de exercícios é o ergoespirométrico. Ele é igual ao teste ergométrico, mas ele avalia também o consumo de oxigênio. Porém esse teste não é tão acessível a população.

 

Conclusão

Se você está iniciando uma atividade física, comece devagar e agende uma consulta com seu médico de confiança pra saber como está sua saúde. Utilize a fórmula acima (220-idade) ou o resultado do seu teste ergométrico como parâmetro.

Caso você se anime e queira intensificar seu treinamento, sugiro que além dos exames médicos, você seja acompanhado por um profissional de educação física, e que seus treinos sejam personalizados. Isso vai garantir sua segurança e seus resultados.

Para saber quais equipamentos eu indico pra monitorar a frequência cardíaca, clique no link abaixo:

>>>Equipamentos Freq.Cardíaca<<< 

 

Se você gostou desse conteúdo compartilhe com seus amigos e deixe um comentário abaixo!

Se quiser colaborar com alguma informação complementar, ela será muito bem vinda.

 

Conheça a H.C.Saúde clicando no link a abaixo.

>>>H.C.Saúde<<<

 

Quer começar a correr? Conheça meu programa de corrida para iniciantes HC.5k. É 100% online. Clique no link abaixo e saiba mais.

>>>HC.5k<<<

 

Grande abraço,

Helio M. Gerth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *